Categorias
HQ

Como criar quadrinhos online


Se você tem vontade de criar seus quadrinhos, mas não tem vocação para desenhar, saiba que a internet pode te ajudar.


Estão espalhados pela rede diversos sites onde você pode montar webcomics a partir de desenhos pré-produzidos de personagens, cenários, balões, etc, além de poder escrever os diálogos que quiser. Inclusive com personagens pra lá de conhecidos. Há os que exigem cadastro, outros não. Quer conhecer alguns? 

  • Máquina de Quadrinhos – Site onde você pode construir HQs e tiras da Turma da Mônica. O pacote de desenhos básicos é grátis, mas há um sistema no qual você pode comprar outros para incrementar suas produções.



    • Garfield’s Comic Creator – Este é para você criar histórias do gato que odeia segunda-feira. Está em inglês, mas é bem fácil de mexer.


      • The Super Hero Squad Show – Crie quadrinhos estrelados por versões cartunescas de heróis e vilões da Marvel, como Wolverine, Hulk e Homem de Ferro, entre outros.


      Já os sites abaixo permitem que crie quadrinhos a partir de diversos desenhos-padrão, mas sem personagens famosos:


          Categorias
          HQ nacional

          Pausa, quadrinhos e outras histórias


          Uma rapidíssima coletânea de links que andei sapeando por aí (os primeiros três são de quadrinhos bacaninhas):


          Lonely Hearts – O quadrinista Rafael Senra levou os Beatles aos quadrinhos para tratar da verdade sobre a morte de Paul MacCartney.

          Os Passarinhos – Blog dos divertidos personagens de Estevão Ribeiro.

          Puny Parker – Como seria a infância de Peter Parker se ele tivesse ganho seus poderes quando criança? Leia esta bela homenagem de Vitor Caffagi ao personagem criado por Lee e Ditko.

          Blog de Brinquedo – O fantástico mundo dos brinquedos.

          PS: Não sei bem o que tem de tão especial neste post aqui. É algo bem de época, numa situação de correria de final de ano que me afastou do blog por um tempo. Na pressa, listei estas coisinhas que sapeei pela internet. Calhou de se tornar um dos posts mais acessados do blog, vai entender… Que venham outros assim!

          [Post reeditado]