Categorias
eventos

Luís Felipe Garrocho em: Quartas ao Cubo – palestras em quadrinhos

O quadrinista e professor Luís Felipe Garrocho desenha enquanto trata do desafio de produzir HQs para o atual público infantil, em palestra com mediação do jornalista e produtor cultural Ricardo Tayra (vulgo, eu mesmo).

Garrocho destaca as diferenças do quadrinho infantil e do quadrinho produzido para crianças, da produção ocidental e da oriental. Coautor, com Eduardo Damasceno, de Bidu – Caminhos (uma versão do personagem de Mauricio de Sousa) e Cosmonauta Cosmo, conta detalhes de seu processo de produção, normalmente em dupla. Reforça a importância de criar sem dividir o público por gênero, de valorizar a inteligência dos garotos, de pensar como criança, do design e das páginas.

Esta é uma das quatro palestras em quadrinho do Quartas ao Cubo, evento idealizado e produzido pelo Itaú Cultural, no qual artistas convidados desenham enquanto comentam seu processo de criação e o futuro dos HQs. Uma ação na qual atuei na curadoria, produção e mediação, sobre a qual falamos anteriormente aqui no blog, neste post acolá.

Luís Felipe Garrocho, em foto de Ivson Miranda
Luís Felipe Garrocho, em foto de Ivson Miranda

Você pode assistir a palestra na íntegra (recomendo!) ou saltar direto para estes temas:

– O problema de pautar a produção por gênero: https://youtu.be/ZqiT4Ql4tJ0?t=11m05s.

– Sobre valorizar o suporte HQ: https://youtu.be/ZqiT4Ql4tJ0?t=30m18s.

– A opção por licenciar obras via creative commons: https://youtu.be/ZqiT4Ql4tJ0?t=1h13m13s.

Todos os vídeos serão publicados na playlist Quadrinhos do canal do instituto no Youtube.

Assista também outras palestras nas Quartas ao Cubo:

Lourenço Mutarelli

André Diniz

Categorias
eventos HQ nacional

Quartas ao Cubo: como foram as palestras desenhadas com Mutarelli, Bá, Moon, Garrocho e Diniz

No mês de abril, tive a oportunidade incrível de produzir dois eventos bacanas sobre Histórias em Quadrinhos para o Itaú Cultural: as Quartas ao Cubo e a Batalha de Quadrinhos. Anteriormente divulguei as ações aqui, agora vou contar um pouco do processo e como foi que efetivamente a coisa rolou.

QUARTAS AO CUBO

Começamos a pensar neste evento ainda em 2014, ao tratar da programação para este ano. Primeiro veio a ideia do formato, de não ser uma palestra convencional e sim uma “palestra desenhada”, na qual os artistas não apenas falariam sobre as possibilidades das HQs , como desenhariam também durante a conversa.