Categorias
Como Fazer Quadrinhos

Qualquer um pode fazer uma história em quadrinhos?

Este é um guest post produzido por Vinicius Martins
Para criar histórias em quadrinhos profissionais, normalmente, demora-se um certo tempo, o aprendizado é longo e exige uma grande dedicação por parte do autor. Muitas crianças e adolescentes que gostam de ler HQs começam na brincadeira a criar suas próprias e, algumas vezes isso, no futuro acaba virando seu trabalho.
Categorias
HQ nacional Prêmio

Prêmio de R$ 200 mil para Histórias em Quadrinho: ProAC 2012



(Acompanhe informações sobre concursos relacionados a HQs sempre aqui no blog e neste link.)


Pelo quarto ano seguido, a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo inclui as HQs entre as formas de expressão artística incentivadas pelo seu Programa de Ação Cultural, o ProAC. Já estão abertas as inscrições para o Concurso de Apoio a Projetos de Criação e Publicação de História em Quadrinhos no Estado de São Paulo. Conforme edital lançado neste mês, o prêmio será de R$ 200 mil no total, sendo R$ 40 mil para cada um dos cinco projetos selecionados. As inscrições vão até 1 de outubro de 2012.

Podem concorrer apenas pessoas físicas residentes no estado de São Paulo há mais de dois anos (com comprovação). Cada proponente pode inscrever até dois projetos, mas apenas um poderá ser premiado. Poderão ser inscritos projetos de obras coletivas, Pelo menos dois projetos aprovados deverão ser de proponentes que morem fora da capital paulista.

O edital abre com três definições bastante importantes para os interessados: 

  • Projeto de criação e publicação de história em quadrinhos (HQ) contempla todas as etapas pertinentes à produção de uma HQ nunca antes publicada na forma impressa (livro de HQ), as quais vão da criação e do desenvolvimento até a finalização e a edição da HQ
  • História em quadrinhos (HQ) corresponde a um romance gráfico cuja história é contada através de arte sequencial (quadrinhos, em cor ou em P&B) e a duração é similar à da prosa (romance ou novela). Podem ser aplicados ao formato HQ criações que foram anteriormente publicadas em periódicos (“tiras”), ou criações produzidas especificamente para publicação em livro
  • Livro de HQ é uma publicação que atende às seguintes especificações: brochura impressa com no mínimo 40 páginas, ficha catalográfica, código de barra e ISBN, tiragem mínima de 1.000 (mil) exemplares, dimensões mínimas de 17 x 25,8 cm, miolo em papel offset com no mínimo 90g, capa em papel cartão com no mínimo 250g 

O incentivo governamental demonstra que o estado reconhece as histórias em quadrinho como produção artística relevante, ao mesmo tempo que vê a necessidade de uma política cultural específica. O concurso não resolve a questão da distribuição dos livros, mas os recursos atribuídos antecipadamente dão um fôlego para que o(s) artista(s) possa(m) desenvolver melhor seu trabalho.

Há uma série de informações e itens a serem seguidos no edital, que pode ser baixado no site da Secretaria. Recomendo que leiam tudo e cumpram minunciosamente na inscrição, nada de deixar escapar um prêmio porque esqueceu um detalhe burocrático, hein?

A Secretaria da Cultura tem outros editais em andamento, como de literatura, por exemplo. Visite o site para saber mais.

Acompanhe informações sobre concursos relacionados a HQs sempre aqui no blog e neste link.

Categorias
10 quadrinhos que mudaram minha vida

10 Quadrinhos que mudaram minha vida – por Érico Assis (tradutor)

Desde que fiz o convite o Érico gostou da ideia de participar da série.Só tinha aquele probleminha padrão dos tempos modernos, em meio ao seu trabalho como tradutor, professor e tudo mais: tempo. Por conta disso, nos acertamos para retomar o contato mais adiante.

Meses se passaram desde o primeiro contato, quando resolvi retomar o assunto. Pois ele não só tinha mantido o interesse, como tinha finalizado a lista e me mandou de imediato.

Categorias
HQ nacional resenha

Toda Rê Bordosa: Resenha do livro de HQs

A obra de Angeli vem me perseguindo insistentemente desde o final do ano passado, com a produção da Ocupação Angeli, concretizada no primeiro semestre na sede do Itaú Cultural, em São Paulo.

Tivemos ainda a ilustre presença do artista em gravação ao vivo, em plena madrugada da Virada Cultural, e produzi ainda a mesa com o artista e seu amigo Laerte nos 10 anos da Flip. Agora, um dos grandes lançamentos em quadrinhos deste ano, Toda Rê Bordosa.

Categorias
HQ

Guia: Como comprar quadrinhos pela internet

A internet é uma ótima fonte para você comprar seus quadrinhos preferidos.

Primeiro porque nem todos têm acesso fácil a novas HQs, em especial porque hoje em dia há muitas edições que não são vendidas em qualquer banca. E também porque a confiabilidade das lojas online vem aumentando e elas ainda costumam promover ofertas regularmente. É o caso de saber procurar.

Para quadrinhos novos, minha primeira fonte de pesquisa é o Buscapé. Pra quem não conhece, é um site no qual você pode digitar o nome do gibi, livro (ou qualquer produto) e ele indica os preços que estão sendo praticados nas lojas online cadastradas. E dá pra ordenar por preço, você pode comparar mais facilmente. E então, clique aqui e conheça este serviço.

Categorias
Crowdfunding Quadrinhos independentes

O financiamento colaborativo (crowdfunding) pode ser a saída para o mercado nacional de quadrinhos?

Não tenho certeza de quando foi a primeira vez que ouvi falar na onda de financiamento colaborativo,  crowdfunding. Mas a primeira vez relacionada a quadrinhos foi no segundo semestre de 2010, com notícias sobre a graphic novel Um Outro Pastoreio, sobre a qual comentei anteriormente aqui no blog e a plataforma Kickstarter.

As primeiras notícias relatavam a semelhança com a popular “vaquinha”, ou “ação entre amigos”. Também se usava o termo micro-financiamento. Só no início de 2011 comecei a ver a popularização do termo crowdfunding e o lançamento da principal plataforma nacional: Catarse.

Categorias
Crowdfunding

Crowdfunding: a vez do álbum com HQs inéditas do coletivo Petisco



Os roteiristas Daniel Esteves e Cadu Simões e toda a galera do Petisco.org estão em campanha para viabilizar uma edição especial inédita impressa com seis da sete séries deste coletivo de histórias em quadrinhos online. É mais um projeto em HQ que busca financiamento coletivo via a plataforma Catarse.



O álbum do Petisco terá em torno de 96 páginas, uma coletânea de histórias (variando entre 8 e 15 páginas) das séries Terapia (que faturou o HQ Mix 2012 na categoria Web Quadrinhos), Nanquim Descartável, Nova Hélade, Macacada Urbana, Beladona e Demetrius Dante. Serão histórias fechadas, início, meio e fim, de modo que não há necessidade do leitor conhecer previamente as séries pra curtir a publicação. Ainda assim, recomendo que visite o site do coletivo, pois vale a pena conferir, de graça, as HQs.


Os interessados podem colaborar com quantias de R$ 25 a R$ 2 mil para viabilizar o projeto e as recompensas (em pacotes apelidados com nome de petiscos como “salaminho com limão” ou “carne seca com aipim”) passam pelo seu livro impresso com seu nome nos agradecimentos, bottons, bolachas de chopp, pôsters e curso com os integrantes do Petisco, só pra citar algumas.


Confira o vídeo abaixo com Cadu e Daniel sobre a ação e veja mais detalhes direto na página do projeto no Catarse. Outros projetos, como a segunda temporada de O Beijo Adolescente, de Rafael Coutinho, e uma nova edição da Café Espacial, do editor Sergio Chaves, também estão em campanha e podem ser vistas em sessão específica de quadrinhos.